top of page

O café especial esta virando uma commodities prepare- se !

A Comoditização do Café Especial: Como a Indústria Pode Se Adaptar


Definição : Comoditização é como chamamos um produto que torna-se massificado e não diferenciado perante nosso cliente. Economicamente falando, a comoditização ocorre quando os clientes de um determinado mercado não percebem a diferenciação entre os produtos e serviços entre os concorrentes que os comercializam, podendo causar um grande alvoroço na indústria de cafés e o fechamento da porta de muitas cafeterias e torrefações.



A crescente popularidade dos cafés especiais trouxe à tona um dilema que a indústria não pode ignorar: a comoditização do café especial. Enquanto o mercado de cafés especiais cresce, os desafios de manter a autenticidade e a

O café especial esta virando uma commodities prepare- se !
O café especial esta virando uma commodities prepare- se !

qualidade desses produtos também aumentam de forma exponencial. Nesta postagem, exploraremos por que a comoditização do café especial pode ser um caminho sem volta e como torrefadoras e cafeterias podem se adaptar a essa mudança para continuar prosperando.


Comoditização: Uma Realidade Inevitável?

A comoditização é um processo que muitas indústrias enfrentam quando a demanda cresce e a concorrência aumenta. No caso do café especial, o desejo de expansão e a busca por preços competitivos podem levar a práticas mais padronizadas de produção. Quando uma marca reconhecida no mundo do café, como a Peet's Coffee, adquire marcas conhecidas como de cafés especiais como a Intelligentsia Coffee e a Stumptown Coffee, já começamos a ver indícios de que haveria um caminho inevitável em direção à comoditização, estamos falando de uma grande indústria entrando nos cafés especiais ainda em 2015 quando essa compra foi feita .




Opa, perai Elvio volta essa historia um pouquinho, quem é essa Peet's Coffee. Peet's Coffee foi a torrefação que deu origem a gigante conhecida hoje como Starbucks e tal torrefação foi comprada em 2012 Pela JAB, mas para entender do tamanho desta encrenca deixa eu explicar quem era a JABe quem ela se tornou.

Uma breve volta ao passado, mas atual !

JAB Holding Company é uma empresa que adquiriu a participação da Mondelez International em 2015 e posteriormente fundiu esta com a JDE em 2015, criando uma das maiores empresas de café do mundo, a então conhecida JDE.

Talvez você conheça estas marcas de café: Pilão, Café L’OR, Café do Ponto, Café Damasco, Café Caboclo, Café Pelé, Café Moka e Senseo . Todas estas marcas tem variáveis de torra, blends e origens gerando uma grande gondola de cafés e sabe o que estas marcas e estas centenas de pacotes de café em uma gondola tem em comum ? Todas estas marcas são da mesma empresa a JDE ! Assim as gondolas de cafés aumentam mas as empresas que disputam elas não muda tanto assim, basicamente temos a JDE, a Três corações e Melitta seguida de marcas com porte menores, todas espremidas tentando conquistar o consumidor.

Ver uma grande gondola de café como esta não significa que tenha muitas empresas disputando e que o mercado esteja aberto para todos .



A JACOBS DOUWE EGBERTS (ou apenas JDE) é uma companhia global, que ao longo de mais de 265 anos de história, se tornou a maior empresa especializada em café e chá do mundo.


No Brasil, além das marcas já citadas a JDE recentemente fiz a aquisição do setor de cafés da marata, em julho de 2023 essa compra fez ainda com que a JDE, passasse a Três corações em numero de vendas de cafés torrados no pais, se tornando a partir de então a maior empresa de torra de Café do Pais, cargo antes ocupada pela Três.


A Três corações, por sua vez se por uma lado perde um pouco e espaço nas gondolas, esta atuando cada dia com melhor qualidade e ações estratégicas, se você ainda não parou para prestar atenção nesta empresa é bom ficar de olho, temos visto tanto ações de marketing muito boa junto aos baristas e ao mercado como um todo, não obstante estão aos poucos introduzindo cafés especiais e subindo a régua de qualidade de forma constante ( não se assustem se encontrar cafés de 83 a 84 pontos em breve dessa empresa em grandes mercados)



Agora que já sabemos como andam as gondolas de cafés tradicionais e de grande porte do Brasil podemos voltar a comoditização do café especial.



Como a cada dia torna se mais difícil entrar nessa briga de pesos pesados a maioria das torrefações menores opta por agregar valor e qualidade ao produto e assim as torrefações menores , torrefações artesanais e marcas que não torram cafés começaram sua jornada em direção a qualidade , e hoje em dia o que nós vemos é que a maioria das pessoas que fazem a própria marca querem ter cafés especiais assim causando uma crescente divulgação dos cafés especiais. Alguns anos atras como era difícil encontrar cafés especiais só de se falar que você tinha café especial no seu portifólio seja da torrefação seja da cafeteria já era um grande diferencial, o que a cada dia torna se menos incomum. Uma vez que a cada dia o café especial é mais fácil de ser encontrado, você não pode mais vender tal café com tamanha facilidade e muitos em breve começaram a concorrer com preço , uma característica quando se tem um produto comoditizado.

Caso empresas de grande porte entre nesse mercado teremos ainda uma maior comoditização e aceleração do processo. Na minha opnião isso só não aconteceu ainda pela falta de cafés de pontuação entre 82 a 83 pontos no mercado de café verde, uma vez que tais cafés ficam perdido ( são enquadrados por vezes como cafés de classificação duro para melhor, fine e good cup ) esse gap faz com que os cafés nessa pontuação se perca e entre em outras linhas de venda, já cafés de alta pontuação pelo alto destaque de sabor e alta pontuação são apartados mais facilmente.

O Desafio das Torrefadoras e Cafeterias

Com a comoditização se tornando uma realidade, torrefadoras e cafeterias enfrentam a necessidade de se adaptar ou correm o risco de ficar à margem do mercado. Aquelas que não conseguirem diferenciar seus produtos e se manter autênticas podem enfrentar uma concorrência mais acirrada, tornando difícil a manutenção de preços justos e margens de lucro sustentáveis. Quanto maior a oferta de cafés especiais maior será a disputa e desbalanço natural de oferta e procura gera comoditização do café especial com eventual perda de valor, impactando nos preços.


Será necessário, as empresas aprenderem a se diferenciar cada vez mais !


Algumas Estratégias de Adaptação podem ser :

  1. Foco na Experiência do Consumidor: Criar uma experiência única e memorável para os consumidores pode fazer a diferença. Torrefadoras e cafeterias podem oferecer degustações, workshops e eventos para educar os consumidores sobre os diferentes aspectos dos cafés especiais.

  2. Ênfase na Sustentabilidade e Rastreabilidade: Investir em práticas sustentáveis e transparentes pode atrair consumidores que valorizam a origem e o impacto social e ambiental de seus produtos.

  3. Inovação em Produtos e Processos: Desenvolver novas variedades de grãos, métodos de processamento inovadores e embalagens criativas pode ajudar a se destacar em um mercado cada vez mais padronizado.

  4. Parcerias Estratégicas: Colaborar com produtores locais e pequenas fazendas pode criar um diferencial autêntico e fortalecer as conexões na cadeia de suprimentos.

  5. Aumento de vendas: Entender como se posicionar e ganhar no volume e é o futuro de qualquer produto que ganha escala como o café esta ganhando. Ter estratégias para vender mais e reduzir o preço para escalar será cada dia mais comum


A comoditização do café especial pode ser um caminho inevitável, mas a forma como a indústria responde a esse desafio é crucial para o seu futuro. Torrefadoras e cafeterias que se adaptam e abraçam estratégias inovadoras e autênticas têm a oportunidade de se destacar e continuar a prosperar em um mercado em constante evolução. A busca pela qualidade, experiência do consumidor e sustentabilidade pode ser a chave para transformar a comoditização em uma oportunidade de crescimento e diferenciação. Em nossa mentoria de 6 meses, ajudamos os torrefadores a entender cada vez mais não apenas da importância da torra mas principalmente de saber como se locomover de acordo com o mercado estar por dentro das novidades e entender que o mercado do café esta mudando é fundamental para se manter nele .


219 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page